ÚLTIMAS NOTÍCIAS  
19/10/2018
 
..................................................
17/10/2018
 
..................................................
15/10/2018
 
..................................................
 
DIRETORIA :: LEIS
 
  Regulamento - 4º Campeonato Pomerodense de Torcidas - 2008
REGULAMENTO:
     1 – LOCAL DE INSCRIÇÃO:

     1.1 – Os jogos serão realizados na Associação Recreativa Porath, com a rodada de abertura prevista para o dia 19 de Setembro ( sexta-feira ), sendo a primeira partida ás 19:00 hs. As demais rodadas serão igualmente as sextas feiras, sendo a primeira partida as 19:00 hs com tolerância de 15 minutos somente para o primeiro jogo.
     ÚNICO: Em caso de suspensão de uma rodada, ou partida, por motivo qualquer, fica como primeira opção a segunda feira seguinte e como segunda opção a quarta feira.

     1.2 – Para confirmação e efetivação da inscrição no 4º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS, a equipe deverá preencher a ficha de inscrição e pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 250,00 ( duzentos e cinquenta reais ), até o dia 19 de Outubro, antes do início da partida de sua equipe. Obs. : A relação com o nome dos 16 atletas deverá ser entregue na sede da Liga até ás 18:30 hs do dia 18 de Setembro, data do Congresso Técnico.
     1.3 – Poderão participar do 4º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS somente atletas que :
     • Tenham idade mínima de 18 anos.
     • Nascidos, trabalhando ou morando em Pomerode, por período mínimo de 3 (trez) meses.
     • Não tenham assinado súmulas como jogadores em nenhuma partida do Campeonato de 2008 da Liga de Futebol de Pomerode, em qualquer categoria, salvo atletas nascidos até 1968.
     1.4 – Será vedada a participação no 4º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS, de ATLETAS PROFISSIONAIS.
     
     2 - CONGRESSO TÉCNICO:

     1.5 – O congresso técnico será realizado no dia 18 de Setembro ás 18:30 hs na sede da Liga Pomerodense. Cada equipe deverá enviar seu representante.
     ÚNICO: Em caso da equipe não enviar representante, deverá aceitar o que for decidido pelas demais equipes.

     1.6 – Cada equipe receberá o regulamento e a tabela do campeonato, estando perfeitamente informado de tudo o que se relaciona com o presente campeonato.

     3 - UNIFORME:

     1.7 – As equipes deverão estar completamente uniformizadas para poder participar da partida. Compreende-se por uniforme completo: camisa numerada, calção (numerado ou não). Se numerado, este deverá possuir o mesmo número da camisa, meia da mesma cor e tênis para futebol suíço ou tênis normal.

     1.8 – Ficam terminantemente proibidas chuteiras de travas (mesmo que as travas sejam retiradas).

     1.9 – O capitão da equipe deverá estar devidamente identificado com a faixa (braçadeira).

     1.10 – Estará impedido de participar da partida o jogador sem uniforme completo. Todos os participantes, inclusive no banco de reservas devem estar uniformizados, com exceção do técnico e massagista.

     1.11 – Em caso das equipes estarem com a camisa da mesma cor, o mandatário do jogo que é a equipe que estiver do lado esquerdo da tabela deverá providenciar a troca do uniforme.

     1.12 – Um atleta não poderá usar nada que seja perigoso para os demais, ficando a critério de o árbitro vetar qualquer objeto que não pertença ao uniforme de jogo (brinco, pulseira, piercing, etc.).

     1.13 – A responsabilidade do uso correto do uniforme será do técnico e do capitão da equipe com fiscalização do árbitro e mesário.

     4 – COMPOSIÇÃO DAS EQUIPES:

     1.14 – As partidas serão disputadas por equipes compostas por 8 (oito) jogadores, um dos quais será o goleiro. O número máximo de jogadores inscritos por equipe é 16 (dezesseis).

     1.15 – A equipe poderá iniciar a partida com o número mínimo de 5 (cinco) jogadores. Em caso de não haver quantidade mínima exigida para o início da partida será considerado W.O.

     1.16 – Se em qualquer momento do jogo a equipe ficar com menor número de jogadores que o exigido, seja por expulsão ou contusão de atleta, a partida deverá se encerrada e considerada vencedora a equipe adversária. Placar será de 3 X 0, contra a equipe infratora. Somente será mantido o placar da partida, caso a equipe infratora esteja perdendo por um placar superior. A partida em disputa não será considerada W.O.

     1.17 – Em caso de uma partida paralisada por qualquer motivo, somente será considerada válida a partir do momento em que ¾ (15 minutos e 01 segundo do 2º tempo), já estiverem sidos realizados e será dada a partida como encerrada.

     1.18 – A equipe que tiver o número mínimo exigido para iniciar uma partida, estiver em campo e recusar-se a jogar será considerado W.O. A equipe, bem como os jogadores, estará sujeita as penalidades previstas no Código Disciplinar.

     1.19 – A equipe que abandonar a partida em qualquer momento, será considerada perdedora dos pontos em disputa.
     
     5 – SUBSTITUIÇÕES:

     5.1 – O número de substituições é livre, e ficam a critério do técnico.

     5.2 – As substituições “deverão” ser efetivadas defronte a mesa do mesário em uma área demarcada no campo. O atleta que será substituído, somente poderá sair do campo por esta área, bem como, o substituto entrar pela mesma e com autorização do mesário.
     ÚNICO: Somente será aceita a substituição fora desta área, se o atleta estiver lesionado e não poderá deslocar-se até o local específico.

     5.3 – As substituições efetuadas no intervalo do jogo deverão ser informadas ao mesário, antes do início do 2º tempo pelos jogadores a serem substituídos; devendo sua entrada em campo ser defronte ao mesmo.

     6 – FALTAS E PENALIZAÇÕES:

     6.1 – Após a 7ª falta coletiva por equipe, será cobrado tiro livre direto sem barreira, conforme marca no campo de jogo do time infrator. No término do primeiro tempo as faltas serão zeradas, e quando houver prorrogação as faltas cometidas no segundo tempo de jogo não serão zeradas, e continuarão acumulando no tempo integral da prorrogação.

     6.2 – O cartão amarelo recebido fora do lance de falta ( Ex. reclamação ou qualquer atitude anti-desportiva ), tanto pelo atleta em campo ou no banco de reservas, conta como falta acumulativa, sendo que não dá direito á cobrança de tiro livre, mesmo após a sétima falta.

     6.3 – Todas as faltas serão cobradas em dois lances (tiros livres e indiretos), salvo quando ultrapassar o número de faltas coletivas estipuladas no artigo anterior ou forem penalidades máximas.

     6.4 – Todos os atos que venham a ser praticados dentro e fora de campo, uniformizado ou não, no decurso do Campeonato, e que venham a tornarem-se inconvenientes, serão julgados, ficando seus autores sujeitos as penalidades previstas neste Regulamento, desde que sejam relatados em Súmula pelo mesário, árbitro ou Comissão Organizadora.

     6.5 – As penalidades de competência da Comissão Disciplinar terão a seguinte graduação:
     • ADVERTÊNCIA;
     • SUSPENSÃO DE JOGOS;
     • ELIMINAÇÃO DO TORNEIO.

     6.6 – O atleta, técnico ou massagista que tiver cumprindo pena e que participar de uma partida alegando desconhecimento da punição, será eliminado do Campeonato, e a equipe perderá os pontos da partida disputada, sendo que os mesmos serão computados para equipe adversária.

     6.7 – Em caso de agressão ao Árbitro ou Atleta, por parte de outro Atleta, Técnico ou Massagista, o agressor será eliminado deste, do próximo Campeonato Pomerodense de Torcidas e de outras competições oficiais realizadas pela Associação Recreativa Porath.

     7 – CARTÕES AMARELOS E VERMELHOS:

     AMARELO:
     7.1 – O cartão amarelo poderá ser usado para advertir os atletas, técnico ou massagista por conduta anti-desportiva e indisciplinar. Demonstrado por palavras ou atos, ficando a critério do árbitro seu uso.

     7.2 – 3 (três) cartões amarelos suspendem automaticamente o atleta, técnico ou massagista por uma partida. Obs.: O controle dos Cartões é de responsabilidade do representante de cada equipe.
     ÚNICO: Em caso de reincidência o atleta, técnico ou massagista será suspenso por duas partidas.

     7.3 – Cartões amarelos recebidos na 1ª fase não serão eliminados (zerados) para a fase seguinte.

     VERMELHO:
     7.4 – O atleta, técnico ou massagista será penalizado com cartão vermelho ao ser reincidente ou em uma atitude anti-desportiva, ou cometer falta violenta (agressão). Demonstrado por palavras ou atos, ficando a critério do árbitro seu uso.

     7.5 – O cartão vermelho deixará automaticamente o atleta, técnico ou massagista suspenso por uma partida.
     ÚNICO: Em caso de reincidência o jogador será suspenso por duas partidas.

     7.6 – Os motivos dos cartões serão analisados pela Comissão Disciplinar, podendo a pena ser aumentada. Será usada como documento oficial a súmula da partida.

     7.7 – O cartão vermelho somente anula o 2º amarelo se este for dado na mesma partida.

     7.8 – O atleta, técnico ou massagista suspenso, deverá cumprir obrigatoriamente a pena(s) na(s) partida(s) seguinte(s).

     
     8 – COMISSÃO DISCIPLINAR:

     8.1 – A Comissão Disciplinar será formada pelo responsável de cada equipe, com a finalidade de analisar os relatórios das súmulas das partidas que tiverem alguma anormalidade anotada pelo árbitro, capitão ou comissão.

     8.2 – Estão sujeitos a penalidades do Código Disciplinar todos os inscritos no 4º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS.

     8.3 – A Comissão Disciplinar se reunirá, sempre que necessário em data a ser marcada pela Organização da competição, sempre antecedendo a rodada seguinte, para apreciar as súmulas, bem como as defesas apresentadas por escrito, firmadas pelo representante da equipe ou pelo próprio atleta até a data e hora prevista.
     ÚNICO: As defesas à Comissão Disciplinar deverão ser por escrito, em três vias e entregues na sede da Liga Pomerodense, em envelope lacrado até 48 horas após a última partida.

     8.4 – É competência de a Junta Disciplinar , interpretar este regulamento, zelar por sua execução e resolver casos omissos.

     9 – ARBITRAGEM:

     9.1 – A arbitragem do 4º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS será de responsabilidade da Liga Pomerodense de Futebol, cabendo a mesma escalar os árbitros para as partidas do Campeonato.

     9.2 – O mesário é responsável pela marcação das faltas coletivas, assim como o placar do jogo, e a documentação dos atletas, verificando se os mesmos possuem condições de jogo.

     10 – GERAL:

     10.1 – Cada partida terá duração de 50 (cinqüenta) minutos, divididos em dois tempos de 25 (vinte e cinco) minutos com intervalo de 5 (cinco) minutos entre eles.
     ÚNICO: Se houver acréscimo ao final de cada tempo, o árbitro deverá informar ao mesário e este as equipes.

     10.2 – O goleiro em bolas atrasadas com os pés, assim como nos laterais não poderá jogar com as mãos.

     10.3 – O goleiro poderá pegar com as mãos a bola recuada pelo seu companheiro, desde que o recuo seja feito da cintura pra cima.

     10.4 – Somente poderão ficar no banco de reservas os jogadores, técnicos e massagistas inscritos no Campeonato.

     10.5 – A maneira pela qual esse Campeonato será disputada (horário de jogos, datas, ordem de jogos, disputa de títulos, etc.), encontra-se em anexo a esse regulamento, que será entregue a cada equipe no congresso técnico, e deverá ser obedecido rigorosamente.

     10.6 – Os jogos serão realizados nas horas marcadas, sendo observada uma tolerância de 15 (quinze) minutos, apenas no primeiro jogo.
     ÚNICO: Será seguido rigorosamente o relógio do árbitro.

     
     10.7 – A equipe que não apresentar o número mínimo legal ao completar o tempo de tolerância, perderá os pontos para a equipe adversária (W.O.).
     10.8 – Caso as duas equipes não satisfaçam o item anterior, ambas perderão os pontos do jogo em disputa e o placar final será de 0 X 0.

     10.9 – Os jogadores, técnicos e massagistas deverão apresentar carteira de identificação antes do início da partida. Ficando a cargo do capitão da equipe entregar as mesmas ao mesário antes do jogo e no fim solicitar a sua devolução.
     ÚNICO: Serão aceitos como carteira de identificação: RG, Carteira de Motorista (modelo novo), Carteira de Trabalho e Passaporte. A não apresentação dos documentos descritos veda a participação do atleta no jogo. Caso ainda participe do jogo, o time do mesmo perderá os pontos desta partida, sendo que os mesmos serão computados para a equipe adversária.

     10.10 – Após cada julgamento, as decisões das punições impostas pela Comissão Disciplinar serão entregues a todos representantes das equipes e servirá para a confirmação e cumprimento das penas, bem como para conhecimento e ciência das demais.

     10.11 – Não será de responsabilidade de a organização avisar a equipe bem como o atleta da(s) punição(ões), devendo o mesmo procurar através do Representante da equipe.

     10.12 – É de responsabilidade de o atleta tomar conhecimento de sua punição.

     10.13 – O aquecimento não poderá de forma alguma atrasar o início da partida.

     10.14 – O árbitro, mesário e capitão da equipe serão os únicos que poderão lançar anotações ou emendas nas súmulas, salvo observações de membro da Organização.

     1.20 10.15 – O 4º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS, será disputado pelas seguintes equipes:

     1. FLUMINENSE Arão / Beck – 3387-4312 / 9985-8908 – viadala@terra.com.br
     2. FLAMENGO JOVEM FLA Xexa
     
     3. FLAMENGO Xexa – 9985-8108 – 3387-4176 – sportcom@zaz.com.br
     4. VASCO Ivo – 9977-6831 – ivo.vendas@damenny.com.br
     5. SÃO PAULO Thomas–3387-4217 / 9191-6611–thomasblosfeld@brturbo.com.br
     6. PALMEIRAS Luiz ( Bicauto ) 3387-2874 / 3387-3787
     7. INTERNACIONAL Jefrei – 3242-8000 Com. / 9118-0222
     8. CORINTHIANS Thiago / Jeison – 3395-1344
     

     11 – FORMA DE DISPUTA:

     11.1 – O Campeonato será disputado em quatro fases.

     PRIMEIRA FASE:
     Inicia em 19 de Setembro de 2008 e será disputa por todas as equipes devidamente inscritas nesse Campeonato. As equipes estarão dispostas em duas chaves de 4 ( quatro ) participantes, onde as equipes da Chave “A” jogam enfrentando as equipes da Chave “B”.
     • Em caso de empate teremos disputa de pênaltis para apontar um vencedor. ( a pontuação está definida no art. 11.3 ).
     As duas equipes melhor pontuadas nesta fase classificam-se direto ás semi-finais, folgando portanto na segunda fase.
     Classificam-se para a segunda fase as outras 4 ( quatro ) equipes melhor pontuadas no geral, independente da chave que estiverem.

     SEGUNDA FASE:
     Denominadas de quartas de finais, com data prevista para .................... de 2008 e será disputada em sistema de eliminatória simples, e será utilizada a classificação geral, sendo as equipes com melhor campanha na 1º fase jogam pelo empate na prorrogação, onde o 3º enfrenta o 6º ; o 4º enfrenta o 5º.

     Em caso de empate haverá prorrogação, com 2 tempos de 7 (sete)minutos sem intervalo, persistindo o empate, passa para a fase seguinte a equipe melhor classificada na primeira fase.

     O horário para o início do primeiro jogo será às 19:00 horas, com tolerância de 15 (quinze) minutos, somente para o primeiro jogo de cada rodada.

     Nessa fase a seqüência de jogos será a seguinte:
     1º Jogo – 3º enfrenta o 6º - Campo B
     2º Jogo – 4º enfrenta o 5º - Campo B

     TERCEIRA FASE:
     Denominada de semi-finais com data prevista para ..............................2008. Onde os vencedores do 1º, 2º, confronto , jogam na seguinte seqüência:

     1º Jogo – Vencedor do 1º jogo enfrenta o segundo colocado no geral ..
     2º Jogo – Vencedor do 2º jogo enfrenta o primeiro colocado no geral.

     O horário para o início do primeiro jogo será às 19:00 horas, com tolerância de 15 (quinze) minutos, somente para o primeiro jogo de cada rodada.

     Nessa fase, em caso de empate em alguma partida teremos prorrogação com dois tempos de 7 (sete) minutos sem intervalo. Persistindo o empate a decisão será por disputa de pênaltis.

     QUARTA-FASE:
     Denominada de fase final. Com data prevista para ......................2008. Onde acontecem as disputas pelo terceiro lugar com os perdedores da fase anterior e pelo primeiro lugar entre os vencedores da fase anterior.

     O horário para o início do primeiro jogo será às 19:00 horas com tolerância de 15 (quinze) minutos somente para o primeiro jogo de cada rodada.

     As equipes jogam na seguinte seqüência nessa fase:
     1º Jogo – Perdedor do 1º jogo da fase anterior enfrenta o Perdedor do 2º jogo da fase anterior.
     2º Jogo – Vencedor do 1º jogo da fase anterior enfrenta o Vencedor do 2º jogo da fase anterior.

     Em caso de empate em alguma partida teremos prorrogação com dois tempos de 7 (sete) minutos sem intervalo. Persistindo o empate a decisão será por disputa de pênaltis.

     11.2 – Decisão por Pênaltis:
     11.2.1 – Os tiros livres diretos da marca de pênaltis deverão ser de 3 cobranças alternadas por equipe e persistindo o empate será cobrada uma penalidade máxima alternada por equipe até que se conheça o vencedor. Os atletas somente poderão ser repetidos nas cobranças após todos já terem cobrado. Os atletas do banco de reserva não poderão participar das cobranças.

     11.3 – A pontuação das partidas ficará assim distribuída:
     • 03 PONTOS – VITÓRIA.
     • 01 PONTO – EMPATE
     • 00 PONTO – DERROTA.

     11.4 – Em caso de empate entre uma ou mais equipes na fase classificatória o critério a ser usado para desempate será:
     1) Maior número de vitórias;
     2) Menor número de gols sofridos;
     3) Maior número de gols marcados;
     4) Saldo de gols;
     5) Menor número de cartões vermelhos;
     6) Menor número de cartões amarelos;
     7) Sorteio.

     OBS: Havendo empate entre mais de duas equipes, as equipes em desvantagem em algum item serão eliminadas no critério analisado, passando as demais para serem analisadas no critério seguinte. Exemplificando: empate entre três equipes com o mesmo número de pontos. A equipe “A” tem 7 vitórias, a “B” 6 vitórias e a “C” tem 7 vitórias. A equipe “B” está eliminada neste quesito, passando a “A” e “C” para serem analisadas no critério seguinte.

     11.5 – Os representantes deverão certificar-se da realização de alguma rodada adiada e serão encarregados de informar a decisão aos seus atletas.

     11.6 – A premiação ficará ao encargo da Associação Recreativa Porath, promotora do evento.

     11.7 – Se caso alguma equipe não tiver mais chances de classificação na primeira fase e decidir não participar de uma ou mais rodadas, todos integrantes da equipe estarão automaticamente suspensos do 5º CAMPEONATO POMERODENSE DE TORCIDAS.
      .ÚNICO: Em caso de algum integrante da equipe suspensa comparecer ao local da partida uniformizado, o mesmo não deverá ser penalizado.

     11.8 – Os casos omissos no presente regulamento serão resolvidos pela Comissão Organizadora e a junta disciplinar.

     11.9 – Este regulamento foi aprovado no Congresso Técnico pelos representantes das equipes no dia 18 de Setembro de 2008.

     OBS: As Bolas utilizadas durante a competição serão fornecidas pela entidade promotora do 4º Campeonato Pomerodense de Torcidas.
     


23/09/2008

Presidência
 
Diretoria
 
Agenda
 
ANUNCIO