ÚLTIMAS NOTÍCIAS  
19/04/2018
 
..................................................
18/04/2018
 
..................................................
17/04/2018
 
..................................................
 
DIRETORIA :: LEIS
 
  LPD - CAMPEONATO REGIONAL SUB 19 MASCULINO 2010

LPD - CAMPEONATO REGIONAL SUB 19 MASCULINO (SUB 19)


     


      01. Objetivos: Proporcionar a prática do futebol e revelar atletas , visando a disputa dos Joguinhos Abertos de SC e outros eventos.

      02. Autorização do pai, mãe ou responsável, conforme modelo. (menor 18)

      03. Atletas nascidos em: 91(19), 92(18), 93(17) e 94(16).

      04. Duas etapas com 40 minutos e com 15 de intervalo.

      05. Inscrições atletas: Atletas até dia 08/abril/10, quinta, e completar 25 até 30/abril/10, sexta, até 17 h.

      06. Sete substituições. Horário dos jogos, conforme tabela.

      07. Atletas NÃO PROFISSIONAIS. (Se for profissional deverá reverter categoria)

      08. Documento: Carteira de identidade, passaporte, CNH/motorista ou outro documento com foto ORIGINAL.

      09. Turno Único Classificatório (5 rodadas) – Sábados, ABRIL: 10,17,24, MAIO: 09 e 15. 2ª. FASE (Ida/Volta, 22 e 29/MAIO), (Final jogo de ida/12 junho) e (Final jogo de volta/19/junho), empate em pontos, sem saldo de gols, e o mandatário leva a vantagem, JOGA PELO EMPATE NA PRORROGAÇÃO. Alteração de datas, em comum acordo, equipes e LPD.

      10. Critérios de desempate: a) Maior número de vitórias, b) confronto direto, ENTRE DUAS EQUIPES, prevalecendo o saldo de gols entre ambas as equipes, c) menor número de gols sofridos, d) maior número de gols pró, e) maior saldo de gols, f) sorteio público.

      11. Premiação: Troféus para campeão e vice, troféu disciplina e 25 medalhas para campeão e vice, troféus artilheiro e goleiro menos vazado + medalha p/ destaque de cada equipe na final. DOADA PELA FUNPEEL.

      12. Arbitragem: trio + delegado da LPD. Taxa custeada pela FUNPEEL, jogos em Pomerode.

      13. Bolas em condições de jogo, gandulas, primeiros socorros...

      14. CANELEIRA – uso obrigatório. Proibido chuteira com trava de alumínio/metal.

      15. Proibido uso de brincos, colares, braceletes, anéis ...

      16. Departamento Técnico da LPD expedirá nota oficial ou resolução para a boa e fiel execução do regulamento geral, técnico e disciplinar.

      17. Os casos omissos, dúvidas na interpretação do regulamento serão resolvidos pela diretoria da LPD, baseado no Código Desportivo da FCF, CBJD e Normas Orgânicas do Futebol Brasileiro.

      18. Equipes: 5 = BOTAFOGO, CARAMURU, FLORESTA, ÁGUA VERDE/FME TIMBÓ e TUPI.

      19. Cada equipe deverá apresentar uma relação dos atletas com nome completo, data de nascimento (dia/mês/ano) e o número da RG.(identidade).
      20. SETE atletas devidamente inscritos + TÉCNICO, MASSAGISTA e AUXILIAR TÉCNICO, todos obrigatoriamente identificados com documento original com foto, perante o Delegado de Partida podem permanecer no banco de reservas.

      21. Nos jogos finais (ida/volta) serão contratados dois seguranças pelo mandatário do jogo.

      22. Em caso de semelhança de uniformes, o mandatário do jogo, atendendo orientação do árbitro deverá efetuar a troca da camisa.

      23. O atleta que for expulso de campo ou do banco de reservas (cartão vermelho) ficará automaticamente impedido de participar da partida subseqüente deste campeonato. O atleta que for advertido, com a exibição do cartão amarelo, por três vezes, ficará impedido, automaticamente, de participar da partida subseqüente. § 1º Perde a condição de jogo para a partida subseqüente deste campeonato, o atleta advertido pelo árbitro a cada série de três advertências com cartões amarelos, independentemente da seqüência das partidas previstas na tabela da competição.§ 2º O controle da contagem do número de cartões amarelos e vermelhos recebidos pelo atleta é da exclusiva responsabilidade das associações disputantes deste campeonato.

      24. O atleta que, numa mesma partida, receber uma advertência (um cartão amarelo) e, posteriormente, receber a segunda advertência (segundo cartão amarelo), coma exibição também, do cartão vermelho, vindo a ser expulso na mesma partida, ambas as advertências não permanecerão para o cômputo das três advertências (três cartões amarelos), que geram o impedimento automático.

      25. A advertência, com a exibição do cartão amarelo, que for aplicada ao atleta que, posteriormente, for expulso com a exibição direta do cartão vermelho será computada.

      26. Quando um atleta for advertido com um cartão amarelo e, posteriormente, for expulso de campo com a exibição direta de cartão vermelho, aquele cartão amarelo inicial permanecerá em vigor, para o cômputo dos três cartões, que importarão em impedimento automático e, se for o terceiro da série, o atleta será penalizado com dois impedimentos automáticos, sendo um pela seqüência de três cartões amarelos e outro pelo recebimento do cartão vermelho.

      27. Por partida subseqüente se entende a primeira que vier a ser realizada àquela em que se deu a expulsão ou a terceira advertência.

      Esta síntese do Regulamento está baseada nas regras gerais de futebol, Código Desportivo da FCF, Normas Orgânicas do Futebol Brasileiro e CBJD.

      - ATUALIZADO EM 09 DE ABRIL DE 2010.
     


     

26/04/2010

Presidência
 
Diretoria
 
Agenda
 
ANUNCIO